Rodrigo Caetano discutirá com diretoria pemanência em 2012

0

Com a base pronta, o Vasco ainda necessita confirmar as renovações de sua comissão técnica e buscar alguns jogadores para iniciar o trabalho visando à próxima temporada. No entanto, ainda precisa garantir a permanência daquele que estará à frente do futebol do clube. Mesmo com contrato até o fim do ano que vem, o diretor executivo Rodrigo Caetano se reunirá com o presidente Roberto Dinamite e com o vice de futebol José Hamilton Mandarino com o objetivo de saber se suas metas para 2012 e as da diretoria estão em sintonia.

O dirigente deixou claro que sua intenção é permanecer em São Januário e garantiu que não ter conversado com qualquer outro clube. Segundo ele, a confirmação de que seguirá no Vasco é uma questão de detalhes, como a sintonia entre seus objetivos e os do restante da diretoria.

– Eu jamais conversaria com outro clube antes de definir minha situação com o Vasco, pois existe um sentimento de carinho, de reconhecimento e de credibilidade. O mais importante é saber o que o Vasco se propõe a fazer de agora em diante. Pode parecer discurso, mas é algo fundamental pelos próximos três ou quatro anos. Não tem nada a ver com o contrato pessoal, mas sim com projeto e perspectivas futuras. É normal você chegar ao fim do ano, estabelecer novas metas e saber se está encaixado nisso. Mas quero lembrar que nada no Vasco parou. Nem renovação da comissão técnica e nem a prospecção de atletas – explicou.

Rodrigo Caetano chegou ao Vasco em 2009 para ser o homem forte do futebol. Desde então a equipe conquistou o Campeonato Brasileiro da Série B e, depois de uma campanha sem sucessos em 2010, o time sagrou-se campeão da Copa do Brasil em 2011, terminando a temporada em segundo no Brasileirão após disputar a semifinal da Copa Sul-Americana.

– Meu contrato vai até o fim de 2012, mas ficou estabelecido que ao fim deste ano conversaríamos novamente. Na minha função, mais importante do que o contrato é finalizar um ciclo e criar a perspectiva de um novo. Estamos conversando para que fique bem definida a capacidade de investimento do Vasco. De 2009 até hoje, muita coisa foi feita com extrema dificuldade. O desafio foi muito grande. A partir de agora, a exigência do clube e do torcedor é outra. É preciso elevar a outro patamar, e é isso que vamos decidir em conjunto. Tivemos uma reunião na semana passada para estabelecer essa continuidade e também falar de reforços. Esperamos que nos próximos dias tudo seja definido – afirmou.

COMPARTILHE