Ano letivo 2018 começa segunda feira, com municipalizações de escolas, salas com mais de 40 alunos e professores revoltados com a situação

0

Na ultima quinta feira (01), no Centro de Eventos ‘‘Palácio Café Conilon’’, oprofissionais do Magistério da Rede Municipal de Ensino de São Gabriel da Palha iniciaram o ano letivo de 2018,  fazendo reflexões com o objetivo de fomentar a qualidade da educação no Município e de preparar gestores e professores para o ano letivo que se inicia, de acordo com a matéria publicada no site oficial da Prefeitura Municipal.

O evento contou com diversas apresentações na casa de vidro, e contou com a presença de diversas autoridades locais. “Esta temática será abordada durante todo o ano para que os educadores se apropriem dessas ideias, pois por meio delas buscamos obter melhores resultados, principalmente relacionados a qualidade da educação”, enfatizou Céia Ferreira, Prefeita Municipal.

Acontece que nos BASTIDORES a realidade é bem diferente e tem preocupado os professores que estão temerosos pelo fato de que a distribuição de turmas com até 40 alunos pode comprometer o trabalho haja visto que é praticamente impossível um professor dar toda atenção a essa quantidade de alunos por sala.

Com a polêmica municipalização das escolas Miranda Cunha e Boa Vista, fato esse que aconteceu de “guéla-abaixo” dos professores e pais de alunos e todo mundo teve que ficar quietinho com a decisão.

Ainda de acordo com informações foi o principal agravante para essa situação chegar a este ponto crítico e que preocupa muito os educadores da rede municipal de ensino.

Enquanto se vende a imagem de “Alice no país da maravilhas” a realidade é totalmente diferente.

COMPARTILHE